BATALHA DO VALE DE MEROM

GUERRAS BÍBLICAS: BATALHA DO VALE DE MEROM: Parte 03

1510
A.E.C.
General: Josué
Forças: Civilização Hebráica
Contingente: 12.000
General: Jabim
Forças: Civilização Fenícia – heteus, jebuseus, ferezeus, amorreus, heveus e cananeus
Contingente: reunião das legiões inimigas

Canaã (a atual Palestina) tinha sido campo de batalha há séculos quando os hebreus chegaram. Fértil e acolhedora, a região era desejável como terra para se morar e sustentava certo número de Estados relativamente poderosos.

Canaã tinha sido algumas vezes possessão do Egito. Desde o tempo da fundação da 18ª Dinastia, por Volta de 1550 a.e.c., as forças egípcias tinham feito campanhas em Canaã. Primeiramente, perseguiram os derrotados hycsos dentro da Palestina e então foram em frente, acrescentando essas terras ao Império Egípcio.

26f537fb3c989bf6257a5ed8491f3211 - Cópia

Canaã era a terra dos carros de guerra e foi com os povos nativos de Canaã que os egípcios aprenderam a usar carros leves em batalhas. A combinação revolucionária do carro de guerra com o arco composto deu ao Egito uma vantagem decisiva em combate e, em poucos anos (1507-1494 a.e.c.), Tuthmose I expulsou seus inimigos até o rio Eufrates.

A CONQUISTA DO NORTE.

joshua_2 - Cópia

Com a morte de Moisés, a liderança dos hebreus recaiu sobre Josué, que conduziu o seu
povo em direção à Canaã, ao norte. O conflito era inevitável e os hebreus derrotaram varias cidades-Estado em seqüência. Nessa época, a guerra era com freqüência algo extremamente brutal. Não era incomum que os defensores de uma cidade fossem mortos à espada e que, algumas vezes, a cidade fosse completamente arrasada.

Os reis do norte ouvindo as alardes que Josué estava a caminho e que seu exército era vitorioso em todas as batalhas, graças a Josué ser um ótimo estrategista, tirando a derrota sofrida na primeira investida em Ai, se reuniram junto ao mar de Merom em um ponto estratégico achado por eles para esperarem o exército de Josué, O rei de Merom, o rei de Hasor, rei de Semeron, rei de Acsaf, os reis que habitavam ao norte, a montanha, a planície ao sul de Quineret, as terras da planície e os cumes de Dor a oeste. Também os cananeus, os amoreus, os heteus, ferezeus, os jebuzeus e os heveus.

Josué sabendo da união de todos esses reis com seus grandes exércitos fortemente armados treinados, com carros e cavalos. Fato que elevaria a dificuldade de Josué que com seu exército somente com a infantaria ficaria em posição de desvantagem, estrategicamente Josué fez planos para efetuar um ataque surpresa perto as águas, uma região de terreno úmido lamacento  de difícil locomoção que poderia dificultar o deslocamento das tropas inimigas.

A condenação de,Yahweh contra esses povos devido ao culto de Baal e outras divindades, e entre as divindades canaanitas estavam as deusas femininas da fertilidade, que também faziam o papel de deusas da guerra em certas ocasiões. Práticas orgiásticas, e de sacrifícios humanos e de bebes que eram comuns, certamente incorriam na condenação de Yahweh.

A CONQUISTA DOS HEBREUS

A conquista de Israel realizada pelos hebreus não foi completa. Algumas áreas não foram absorvidas senão muito tempo depois. Provavelmente, os hebreus eram relativamente poucos em número e não poderiam conquistar uma vasta área. Simplesmente não é possível que os vários milhões de pessoas requeridas para lhes dar suporte pudessem prover a própria subsistência na marcha. Seja como for, uma multidão tão numerosa não seria expulsa do Egito – com toda probabilidade, poderiam, antes, aniquilá-lo.

Entretanto, os hebreus seguiram batalhando em direção ao norte, conquistando algumas cidades e fazendo alianças com outras. Eles absorveram a confederação gibeonita dessa forma e cresceram em poder com o passar do tempo. Outros grupos foram igualmente incorporados à crescente nação hebraica. Entre eles estavam os nômades elal319304 desapossados que foram encontrados vagando no deserto, convertidos ao Yahwehismo, juntamente com grupos que se associaram àquilo que viria a se chamar Israel, enquanto os h
ebreus estavam engajados nessa conquista.

Também é possível que houvesse hebreus vivendo na região quando Josué e seus seguidores chegaram. Com alguma ajuda “de dentro”, os hebreus pobremente armados, sem qualquer aparato de sitio, puderam adentrar as cidades muradas. Uma vez transpostas as muralhas, tiveram a oportunidade de lutar.

AS VÉSPERAS DA BATALHA

As forças alinhadas contra os hebreus eram assustadoras. Não somente o inimigo tinha superioridade numérica, mas também tinham tecnologia superior. Entretanto, os hebreus não eram mais aquela turba deficientemente armada. Eles tinham tomado muitas cidades e deveriam ter ganhado experiência de guerra, bem como puderam armar-se com as armas de seus inimigos abatidos.

O Antigo Testamento registra Deus falando a Josué no sentido de que não temesse o inimigo, pois no dia seguinte os inimigos seriam mortos perante Israel; os hebreus haveriam de jarretar os cavalos dos inimigos e destruir seus carros com fogo. (Jarretar um cavalo é cortar os importantes tendões e nervos, movidos pelos músculos da curva da perna – e desta maneira, cortados os jarretes, torna-se o cavalo, ou outro animal, incapaz de andar. A prática era comum em tempo de guerra)

JARRETAR

Em menor número e enfrentando um inimigo superior, ele nivelaria as diferenças fazendo uso de agressividade e ousadia.

A BATALHA JUNTO ÀS ÁGUAS DE MEROM

Os hebreus para conquistar essa nova região, precisava novamente elaborar boas e diferentes estratégias. Conhecer as defesas e as fraquezas planejar novas técnicas de guerra para surpreender a coligação do norte. Tudo deveria ser muito bem estudado para que Josué tivesse novo êxito nessa nova batalha.

As guerras no norte de Canaã foram usadas duas estratégias bem elaboradas por Josué, a primeira o ataque também deveria ser de surpresa e a segunda estratégia seria forçar as tropas da poderosa coligação se deslocar para um campo aberto no Vale de Merom onde os famosos e temidos carros de ferros da liga das cidades ao norte, poderiam ter enormes dificuldades de efetuarem manobras.

Essa região era úmida, chovia periodicamente fator importante para a estratégia de Josué, por que se houvesse chuva os carros de ferro poderiam atolar e terem muitas dificuldades em se deslocarem. Havia um rio na região onde as tropas de Josué ficaram escondidas aguardando a chegada da coligação do norte ser atraída por outra parte do exército hebreu para o Vale de Merom.

Nesse campo natural no Vale de Merom aconteceu o combate, os planos de Josué se concretizaram, havia chovido na região e muitos carros de combate da coligação do norte atolaram, a dificuldade de manobra dos carros tornou-se mais difícil, diversos cavalos
foram jarretados, a vitória dos hebreus foi surpreendente e rápida, as tropas da coligação do n222222222222222orte fugiram e outras tropas de Josué ficaram escondidas na entrada do Vale de Merom aguardaram esses combatentes exterminando o restante do exército inimigo, restou um número reduzido dessa coligação que foram para suas cidades de origens e não foram exterminados por completo.

A vitória desta batalha foi determinante para hebreus se apossarem das cidades Meridionais e as cidades ao norte de Canaã.

CONQUISTAS DE JOSUÉ MEROM   VERSICULO 11:1-11:19

BATALHA VALE DO MERON.,

Sucedeu depois disto que, ouvindo-o Jabim, rei de Hazor, enviou mensageiros a Jobabe, rei de Madom, e ao rei de Sinrom, e ao rei de Acsafe;
E aos reis, que estavam ao norte, nas montanhas, e na campina para o sul de Quinerete, e nas planícies, e nas elevações de Dor, do lado do mar;
Ao cananeu do oriente e do ocidente; e ao amorreu, e ao heteu, e ao perizeu, e ao jebuseu nas montanhas; e ao heveu ao pé de Hermom, na terra de Mizpá.
Saíram pois estes, e todos os seus exércitos com eles, muito povo, em multidão como a areia que está na praia do mar; e muitíssimos cavalos e carros.
Todos estes reis se ajuntaram, e vieram e se acamparam junto às águas de Merom, para pelejarem contra Israel.
E disse o Senhor a Josué: Não temas diante deles; porque amanhã, a esta mesma hora, eu os darei todos feridos diante dos filhos de Israel; os seus cavalos jarretarás, e os seus carros queimarás a fogo.
E Josué, e todos os homens de guerra com ele, veio apressadamente sobre eles às águas de Merom, e atacou-os de repente.

BATALHA VALE DO MERON
E o Senhor os deu nas mãos de Israel; e eles os feriram, e os perseguiram até à grande Sidom, e até Misrefote-Maim, e até ao vale de Mizpá ao oriente; feriram até não lhes deixarem nenhum.
E fez-lhes Josué como o Senhor lhe dissera; os seus cavalos jarretou, e os seus carros queimou a fogo.
E naquele mesmo tempo voltou Josué, e tomou a Hazor, e feriu à espada ao seu rei; porquanto Hazor antes era a cabeça de todos estes reinos.
E a todos os que nela estavam, feriram ao fio da espada, e totalmente os destruíram; nada restou do que tinha fôlego, e a Hazor queimou a fogo.
E Josué tomou todas as cidades destes reis, e todos os seus reis, e os feriu ao fio da espada, destruindo-os totalmente, como ordenara Moisés servo do Senhor.
Tão-somente não queimaram os israelitas as cidades que estavam sobre os seus outeiros; a não ser Hazor, a qual Josué queimou.
E todos os despojos destas cidades, e o gado, os filhos de Israel tomaram para si; tão-somente a todos os homens feriram ao fio da espada, até que os destruíram; nada do que tinha fôlego deixaram com vida.
Como ordenara o Senhor a Moisés, seu servo, assim Moisés ordenou a Josué; e assim Josué o fez; nem uma só palavra tirou de tudo o que o Senhor ordenara a Moisés.
Assim Josué tomou toda aquela terra, as montanhas, e todo o sul, e toda a terra de Gósen, e as planícies, e as campinas, e as montanhas de Israel, e as suas planícies.
Desde o monte Halaque, que sobe a Seir, até Baal-Gade, no vale do Líbano, ao pé do monte de Hermom; também tomou todos os seus reis, e os feriu e os matou.
Por muito tempo Josué fez guerra contra todos estes reis.
Não houve cidade que fizesse paz com os filhos de Israel, senão os heveus, moradores de Gibeom; por guerra as tomaram todas.
Josué 11:1-19

Fontes: http://www.historia.templodeapolo.net/batalhas_ver.asp?Cod_batalha=18&value=%C3%81guas%20de%20Merom&civ=Civiliza%C3%A7%C3%A3o%20Hebr%C3%A1ica&liv=&guerra=Guerras%20B%C3%ADblicas#topo#topo 

http://www.webartigos.com/artigos/as-estrategias-dos-hebreus-liderados-por-josue-para-a-conquista-de-canaa/101886/

https://www.bibliaonline.com.br/acf/js

Próximo: Link  ➩  QUEDA DOS MUROS E DESTRUIÇÃO DE JERICÓ

Screenshot_18

MAIS ARTIGOS  EM:  ⇨ MISTÉRIOS BÍBLICOS

Participe Grupo Facebook: Debates perguntas cristãs complicadas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s