DEUS MATOU 42 JOVENS APENAS PORQUE CHAMARAM ELISEU DE CARECA

Deus matou 42 jovens apenas porque chamaram Eliseu de careca ?

“O texto que relata o ocorrido com o profeta Eliseu, e 42 jovens que foram mortos por duas ursas (II Reis 2. 23-25), é comumente usado pelos críticos de Deus para demonstrar como Deus é maligno, como mata por qualquer coisa banal, prazerosamente. Mas, como sempre, a leitura desse pessoal é bem superficial. Não analisam o texto, não fazem a mínima interpretação e não avaliam o que realmente o texto diz e, por isso, fazem juízo de valor errado e ainda influenciam muitos a fazer o mesmo. Por isso, irei analisar esse texto e mostrar se realmente Deus prazerosamente matou 42 jovens apenas porque chamaram Eliseu de calvo (careca).

(1) O texto apresenta alguns detalhes importantes a considerarmos antes de taxarmos Deus de injusto nesse caso: Eliseu estava em um caminho, fazendo uma viagem, sozinho: “Então, subiu dali a Betel; e, indo ele pelo caminho, uns rapazinhos saíram da cidade…” (2 Reis 2.23). Observe que esses rapazinhos “saíram da cidade” no encalço do profeta Eliseu, que estava em uma estrada seguindo viagem. Interessante observar que a Bíblia cita que 42 deles foram mortos mais à frente. Ou seja, existia um grupo com mais de 42 jovens perseguindo o profeta Eliseu. A questão é: Para que finalidade um grupo tão grande de jovens se reúne para perseguir uma pessoa? Esperaram para abordar o profeta numa área mais deserta com que objetivo? Teriam eles boas intenções? Evidente que não! Assim, vemos claramente que o profeta Eliseu estava correndo perigo e estava em grande desvantagem diante de um grupo de jovens mal intencionados que buscava fazer algum mal contra ele.

eliseu

(2) Quando Eliseu foi abordado por esse grupo no caminho, provavelmente em uma área deserta e de mata – pois a Bíblia relata que as ursas saíram do meio de um bosque – o grupo o hostilizou dizendo o seguinte: “uns rapazinhos saíram da cidade, e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo! Sobe, calvo” (2 Reis 2.23). A expressão “sobe, calvo” não quer dizer apenas uma zombaria por Eliseu ser careca. A palavra “sobe” empregada por aquele grupo, zomba do ministério profético de Eliseu, fazendo uma comparação injusta com o profeta Elias que “subiu” ao céu em um redemoinho (2 Reis 2.11). Em outras palavras, aqueles jovens estavam zombando da autoridade profética de Eliseu.

Deus-matou-42-jovens-so-porque-chamaram-o-profeta-Eliseu-de-careca - Cópia(3) Diante desses fatos o profeta ficou acuado diante de um grande grupo de jovens mal intencionados que, além de estarem reunidos covardemente contra Ele, ainda colocaram em xeque sua autoridade profética dada por Deus. Diante disso, a única saída vista por Eliseu foi recorrer ao seu Senhor em oração. E é nesse momento que Deus intervém: “então, duas ursas saíram do bosque e despedaçaram quarenta e dois deles. (2 Reis 2.23). A ofensiva dessas duas ursas conteve o ânimo maligno desse covarde grupo de jovens, que não conseguiu atentar contra a vida do profeta. Fica a pergunta: Se Deus não tivesse agido rapidamente, o que esse grupo poderia ter feito ao profeta? Deus foi injusto em defender um servo seu contra jovens mal intencionados?

(4) Assim, esses jovens não foram mortos por Deus porque chamaram Eliseu de calvo, mas como fruto de suas ações malignas e covardes diante de um servo de Deus. Assim, não houve injustiça alguma da parte de Deus.

 

ELISEU FOI SALVO PELA PROVIDÊNCIA DIVINA

Aqueles jovens iam dar cabo da vida do santo profeta de Deus de forma zombeteira e covarde, mas a sua missão não tinha sido concluída (a de Cristo sim!). E mesmo assim, quem somos nós para questionarmos uma ordem ou decisão divina? Lembrem-se: nós não somos oniscientes, mas Deus o é! Por que o Senhor pouparia a vida de um bando de marginaizinhos homicidas que jamais iriam se converter aos retos caminhos de Deus? O Soberano do Universo conhece o fim desde o princípio (ver Isaías 46:9,10) e sabe quem são os Seus verdadeiros filhos (ver São João 10:1-30). Sabe até quantos fios de cabelos temos em nossas cabeças! (ver São Mateus 10:30).

UMA ANALOGIA (HIPOTÉTICA)

Qual seria a sua reação (mesmo sendo cristão) se encontrasse 42 pivetes violando os corpos (forçando, estuprando) das mulheres de sua família? Difícil, não é mesmo?

ALGUNS RELATOS BÍBLICOS

Vocês se lembram o que fez Moisés quando viu um egípcio maltratando um hebreu? (ver Êxodo 2:11,12). Como pôde o homem que receberia as Tábuas de pedra contendo os Dez Mandamentos da Lei de Deus matar um ser humano porque “simplesmente” maltratava um escravo hebreu? Agora me aponte na Bíblia onde está a reprovação divina por causa desse ato de Moisés! Simplesmente não existe!

Lembram o que foi que Deus mandou Moisés fazer com os idólatras em Israel? (ver Êxodo 32:25-28).

Lembram o que aconteceu com os dois sacerdotes filhos de Arão (irmão de Moisés) Nadabe e Abiú que levaram fogo estranho ao altar do Santuário? (ver Números 3:4; 26:61).

Lembram o que aconteceu ao casal Ananias e Safira por terem mentido ao Espírito Santo? (ver Atos dos Apóstolos 5:1-5).

DEUS É AMOR E JUSTIÇA

“Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor, convertei-vos, pois, e vivei!” (Ezequiel 18:32).

DEUS É AMOR E PONTO FINAL!

deusamorteamaverdade

“O Senhor é tardio em irar-se, e grande em misericórdia; perdoa a iniqüidade e a transgressão; ao culpado não tem por inocente, mas visita a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e a quarta geração” (Números 14:18).

Participe Grupo Facebook: Debates perguntas cristãs complicadas

 

Anúncios

3 comentários sobre “Deus matou 42 jovens apenas porque chamaram Eliseu de careca ?

  1. Ótima exposição do texto bíblico.
    Não creio que Deus mataria ninguém por zuar alguém, mas como onisciente, Ele sabia a intenção do coração dos jovens e nosso julgamento na condição de humanos não se pode comparar ao de Deus, assim como o céu está distante da terra, o nosso entendimento está distante do entendimento de Deus.

    Curtir

  2. Na verdade, o que está exposto nesta passagem, bem como em tantas outras que os TOLOS e REBELDES deturpam, é questão de “autoridade” e direitos… O profeta tinha o poder de abençoar ou amaldiçoar, tanto uma, quanto outra coisa, ou seja, tanto a benção, como a maldição… Quem faz cumprir as bençãos na vida dos homens é O ETERNO, quem faz cumprir as maldições lançadas na vida dos homens, é o diabo que veio para matar, roubar e destruir, pois ele é homicida desde o princípio ( Antrophotocnos – assassino de homens). e isto está em conformidade com Hebreus 2:13,14, que diz que é o diabo o “imperador da morte”, portanto, só se pode entender textos do Antigo Testamento (Tanach) à luz das revelações do Espírito Santo e do Novo Testamento (Brit-Chadashá). Fica claro então, que Deus não tem nada a ver com esta narrativa, apenas denota um princípio de autoridade do profeta em sua ação, e a maldição só teve “CAUSA”, por causa da maligna atitude dos “ABORRECENTES”, que deu direito legal do diabo usar as ursas e os destruir (VONTADE PERMISSIVA DE DEUS, E NÃO VOLITIVA), no caso em questão, a vontade perfeita de Deus seria estes adolescentes não serem escarnecedores, e tampouco terem provocado com escárnios, “o profeta durão”….É a lei da “causa” e “efeito”. O próprio Jesus deixa isto claro em LUCAS 9:54,55 onde ele diz claramente, de que quem estava por trás do cumprimento das maldições alusivas aos profetas (nesse caso era ELIAS), não era O ESPÍRITO DE DEUS, mas “o destruidor”, mas por falta de revelação, o Tanach dizia ou apontava que era “fogo de Deus”, quando na realidade era SATANÁS como executor da maldição lançada, mas era isto atribuído a Deus (VIDE JÓ 1:16).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s